O sonho de toda indústria é vender para outros países. Os empreendedores estão sempre se atualizando e estudando maneiras para que seu produto possa chegar cada vez mais longe. E quem auxilia essas transações? O profissional de comércio exterior. Com a capacitação na área, você entenderá as regras comerciais entre os diversos países. Por essa razão, podemos garantir que o mercado de trabalho é bastante promissor.

Em resumo, a globalização tem aproximado as nações e, dessa maneira, os negócios entre elas. Entender desse mercado tem se tornado cada vez mais importante para quem quer trabalhar em grandes empresas.

Para você atuar nesse mercado com tantas oportunidades, você precisa fazer um curso de Comércio Exterior. Vamos conhecer um pouco mais sobre essa profissão, o curso que a FMU oferece e como está essa carreira na atualidade.

CLIQUE AQUI E SAIBA COMO OBTER UMA BOLSA ESTUDOS NA FMU

Leia também: Quanto vale a mais um profissional especialista no mercado?

O que é Comércio Exterior

Comércio exterior, é, primordialmente, a compra e venda de produtos e serviços entre diferentes países. Pode ser feito entre empresas ou entre governos. É um tipo de atividade que promove o desenvolvimento dos países, já que estimula a geração de novos empregos e, igualmente, influencia no aumento do Produto Interno Bruto (PIB).

Trata da importação e exportação de produtos e serviços. Quem gosta de viajar, encontra nessa profissão uma possibilidade.

Inclusive, há registros de que o comércio exterior já exista há milênios. Em 8.000 a.C., os chineses já faziam rotas visando países asiáticos para o comércio de seda. Com o desenvolvimento da indústria, no transporte, na educação e na tecnologia, foi crescendo e se desenvolvendo até chegar onde estamos.

Se você quer fazer o curso de Comércio Exterior, saiba que a FMU possui um curso com uma boa nota na avaliação do Ministério da Educação (MEC). Conheça um pouco do curso agora.

Curso de Comércio Exterior da FMU

O curso de Comércio Exterior da FMU é de tecnologia com duração de 4 semestres. Está disponível nas modalidades presencial e semipresencial nos campi Liberdade e Morumbi, além de também ter a opção de curso à distância.

Faz parte da Escola de Negócios da FMU, que são cursos voltados ao empreendedorismo e o trabalho no ambiente empresarial. É um curso onde a divisão dos semestres é feito em módulos. Cada um deles tem conhecimentos fundamentais e, em síntese, a cada semestre concluído o estudante recebe um certificado parcial e estará apto a atuar em uma determinada área da profissão.

O curso superior de tecnologia em Comércio Exterior forma profissionais para atuarem na gestão dos processos voltados ao comércio internacional das organizações de natureza pública ou privada, exercendo função de Analista, Supervisor e Gerente nas áreas comerciais de importação e exportação.

Durante o curso, o estudante conhecerá as técnicas e conceitos de gestão, transações cambiais, exportação, importação, pesquisa de mercado, contratos, logística, além das operações legais. Também se tornará apto a administrar o comércio de bens de consumo entre empresas e órgãos governamentais de diferentes países.

Ensina a lógica do comércio internacional brasileiro, sua relação direta sobre o impacto econômico, político, social e ambiental. Torna o estudante habilitado a ter condições de reconhecer e definir problemas nos processos, equacionando soluções, pensando estrategicamente, introduzindo modificações e atuando preventivamente com relação ao mercado fornecedor ou consumidor.

Objetivos do curso

Tem como objetivo formar profissionais com uma visão estratégica e operacional relacionada ao desembaraço aduaneiro, fluxos de embarque e desembarque de produtos e documentação, selecionando o modal de transporte adequado à otimização de recursos e redução de custos, integrando operações.

Similarmente, este profissional será capaz de acompanhar as tendências mundiais do mercado, otimizar negociações, identificar as melhores oportunidades de compra e venda, atender às normas legislativas de cada nacionalidade e elaborar estratégias de marketing internacional.

CLIQUE AQUI E SAIBA COMO OBTER UMA BOLSA ESTUDOS NA FMU

Também visa capacitar profissionais com uma visão acadêmica e a realização prática, com uma maior proximidade da realidade e das demandas do mercado internacional. De modo que possam identificar oportunidades de negócios e intervenção, que envolvem soluções viáveis e sustentáveis, por meio dos conhecimentos científico e tecnológico.

Conhecimento amplo na área

Tanto quanto, desenvolve profissionais com competências para criar uma percepção inter e multidisciplinar nas tomadas de decisões estratégicas e operacionais, compreendendo as questões políticas, econômicas, sociais e culturais que impactam o desenvolvimento do Comércio Exterior.

Da mesma forma tem como objetivo fazer o profissional refletir e atuar criticamente sobre a esfera da produção e de prestação de serviços. Para isso, ele deve levar em conta os aspectos da legislação que regula as atividades da área, contratos comerciais, questões tributárias e fiscais no contexto de uma sociedade plural, respeitando as questões étnicas, de raça, de gênero e culturais, com responsabilidade socioambiental.

Enfim, o estudante terá um amplo conhecimento em logística, importação, exportação, contratos e documentação, podendo atuar nas mais diversas áreas da profissão, com competência, ética e responsabilidade.

Grade Curricular

  • Comunicação;
  • Contabilidade e Custos;
  • Desafios Contemporâneos;
  • Direito do Comércio Internacional;
  • Direito Empresarial;
  • Empreendedorismo;
  • Finanças Internacionais;
  • Fundamentos da Administração;
  • Fundamentos de Economia;
  • Legislação Aduaneira e Tributária;
  • Fundamentos de Marketing;
  • Fundamentos do Comércio Internacional;
  • Logística Nacional e Internacional;
  • Marketing Global;
  • Negociação Internacional e Relações Multiculturais;
  • Políticas de Comércio Internacional;
  • Projeto Integrador: Diagnóstico Organizacional;
  • Projeto Integrador: Gestão de Projetos;
  • Sistemática de Importação e Exportação;
  • Projeto Integrador: Planejamento Estratégico;
  • Projeto Integrador: Temas Transversais;
  • Métodos de Preços, Custos e Custeio;
  • Atividades Complementares;
  • Optativa.

Mercado de Trabalho

Em um mercado cada vez mais globalizado, o profissional com formação em Comércio Exterior é bastante valorizado. Você poderá atuar em empresas de logística, importadoras, exportadoras, agências de câmbio e seguros, marketing internacional, bancos, empresas de despacho aduaneiro e órgãos públicos.

Além disso, há a possibilidade de atuar como consultor de empresas de pequeno e médio porte e empreender em seu próprio negócio.

O profissional de Comércio Exterior pode trabalhar com análise de mercado exterior, identificando as necessidades dos clientes para se exportar ou importar produtos e serviços.

Para isso, é necessário um bom conhecimento em Marketing. Inclusive, só para ilustrar, a FMU também tem vários cursos na área de Marketing para quem deseja aprimorar seus conhecimentos no Comércio Exterior.

Com a alta do dólar, acaba sendo uma oportunidade para as empresas aumentarem seus contatos e negócios com os países de fora, já que esse é um empecilho para quem trabalha com importações e pode sofrer um pouco agora nessa época.

O que se espera de um profissional de Comércio Exterior

É necessário um constante aprimoramento do conhecimento para quem trabalha com Comércio Exterior. Entender de economia e política e, acima de tudo, conhecer outros idiomas é fundamental para esse profissional. Entender de leis de importações e exportações e, desse modo, taxas alfandegárias também é necessário.

É esperado do profissional de comércio exterior que ele tenha uma alta capacidade de negociação, além de analisar, interpretar e apresentar dados, já que o fluxo de informações é muito grande e intenso. Sem esse tipo de serviço, a logística pode ser comprometida.

Deve também ter uma boa capacidade emocional para lidar com pressões e uma facilidade de trabalhar em equipe. Já que são muitos prazos e negociações, além de constante comunicação com clientes de todo o mundo, com variadas culturas e hábitos.

A flexibilidade para trabalhar em equipe também determina se o serviço vai estar ou não coordenado.

Quanto ganha um profissional de Comércio Exterior

De acordo com o site salario.com.br, um profissional chamado Agente de Comércio Exterior, ganha em média R$ 2.355,87 com base em informações do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados – CAGED. O piso salarial, ainda de acordo com o site, é de R$ 2.150,18 e o teto, R$ 5.725,80.

A cidade que melhor paga é Itajaí, em Santa Catarina, com R$ 4.333,51, seguida de Vitória, no Espírito Santo, com um teto de R$ 4.074,56 e Campinas e São Paulo, com R$ 4.044,15.

Já por setor de trabalho, os melhores salários são nos serviços combinados de escritório e apoio administrativo, com um teto de R$ 4.712,32, seguido de comissaria de despachos, com R$ 4.702,20 e agenciamento de cargas, com R$ 4.664,09.

Ficou interessado no curso de Comércio Exterior? Conheça outros cursos da FMU e tenha mais dicas de profissões acessando o nosso blog.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui