Fazer uma refeição é provavelmente a atividade que mais repetimos ao longo da vida. Se formos considerar cada lanchinho entre as refeições, esse número fica ainda maior. As pessoas que fazem muitas refeições chegam a comer sete (ou mais) vezes por dia. E mesmo quem come poucas vezes dificilmente se alimenta menos do que três vezes ao longo de um dia. De acordo com o Ministério de Saúde, em 2013 a quantidade de brasileiros que estava acima do peso passou de 50%, e infelizmente esses números só aumentam. Isso significa que o potencial de atuação para quem faz uma faculdade de nutrição é enorme!

Se você chegou até aqui, provavelmente tem interesse na faculdade de Nutrição. Se for esse o caso, visite nosso site para saber mais sobre o curso e fazer sua matrícula. O curso de Nutrição fica dentro da categoria “Ciências e Saúde”. Mas se primeiro você prefere saber mais detalhes sobre o curso, continue lendo até o fim!

VENHA ESTUDAR NUTRIÇÃO NA FMU. VEJA AQUI QUAIS AS BOLSAS DISPONÍVEIS

Aptidões

A faculdade de Nutrição, como acabamos de mencionar, fica na categoria “Ciências e Saúde”. Isso quer dizer que os mais aptos a escolher esse caminho são aqueles com afinidade para as disciplinas relacionadas às áreas da biologia, da química e da matemática. Essas capacidades, além de terem uso durante o curso, também serão importantes ao longo de toda a carreira.

É claro que, mesmo sem ter um vínculo especial com essas áreas, qualquer pessoa pode fazer o curso. A estrutura e os professores são excelentes e o progresso dentro das disciplinas acontece independentemente de conhecimentos prévios. Com foco, esforço e estudo, a evolução é incontestável e o aprendizado garantido.

Leia também: Cursos para quem gosta de esportes

Mercado de trabalho

Para alegria dos nutricionistas, nos últimos tempos o mercado vem crescendo e as oportunidades se multiplicando.

Contexto do mercado

Graças a uma mistura de fatores, o mercado da nutrição está particularmente aquecido nos últimos anos. Programas de alimentação têm ganhado destaque nos canais de televisão, especialmente no modelo reality show. Além disso, com a popularização dos celulares e da internet, cada vez mais gente tem se interessado pelo assunto. As pessoas buscam informações sobre receitas, alimentação saudável e ingredientes alternativos. A recente popularização do veganismo também traz uma crescente procura sobre substituição proteica nas dietas familiares e, sobretudo, infantis.

Infelizmente, nem só notícias boas aquecem o mercado. Os índices de obesidade estão aumentando e alergias que antes eram raríssimas estão se tornando mais comuns. Com a saúde em xeque, as pessoas estão tendo necessidade de cortar gastos supérfluos para investir em orientação nutricional.

Leia também: Faculdade de Design Gráfico em SP: conheça a FMU

Atuação

Concluir a faculdade de Nutrição abre portas para diversas possibilidades de trabalho. A seguir listamos algumas que frequentemente são procuradas pelos nutricionistas.

  • Nutrição clínica – Talvez seja o ramo mais difundido da nutrição. A atuação clínica tem como foco o tratamento de doenças por meio de alimentação adequada. Além do tratamento, que não descarta o apoio da medicina, alguns nutricionistas apontam que o ideal seria uma postura preventiva.
  • Nutrição esportiva – Com nome autoexplicativo, a nutrição esportiva vem ganhando cada vez mais espaço. Não só atletas profissionais precisam de acompanhamento, mas também atletas de fim de semana, pessoas que buscam uma mudança corporal e também aquelas pessoas que vão fazer algum tipo de exame físico (como de um concurso, por exemplo) podem precisar de orientação nutricional esportiva.
  • Marketing de alimentos – A divulgação de alimentos também passa pelo olhar do nutricionista. Aspecto visual, textura, sabor e composição química precisam ser estudados e aprimorados quando se vai lançar um alimento. Encaixar o alimento com o tipo de público adequado também é importante para atingir sucesso de vendas.
  • Produção de cardápios – Além de restaurantes, outras empresas também precisam de cardápios elaborados com cuidado. Escolas, asilos e hospitais precisam de um cuidado especial, pois têm um público com necessidades específicas. Mas vale lembrar que grandes empresas que têm refeitório para alimentar seus colaboradores também precisam desse tipo de serviço.
  • Restaurantes – Os restaurantes também precisam de outras orientações que vão além do cardápio. Entre essas orientações, as principais são relacionadas à frequência de compra e ao método de preparo dos alimentos.
  • Responsabilidade técnica – Muitos nutricionistas escolhem um caminho mais burocrático e se tornam RT (responsável técnico) de diversas empresas. O RT faz planejamento, coordenação, direção, supervisão e avaliação na área de alimentação e nutrição. A elaboração e o preenchimento de alguns documentos também fazem parte da sua responsabilidade.
  • Outras áreas – Além dessas listadas, diversas outras áreas estão ao alcance dos nutricionistas, desde concurso público até trabalho com hotéis, spas, eventos, feiras, cozinhas industriais ou até ser professor em faculdade de Nutrição.

Remuneração estimada

No começo da carreira, o esperado é que um nutricionista tenha remuneração em torno de dois salários mínimos. Esse valor varia de acordo com a demanda e com o tamanho da cidade onde o nutricionista atende.

Conforme o profissional ganha experiência, essa remuneração de aproximadamente R$ 2 mil pode, sem grandes impasses, chegar a dobrar. É normal encontrar nutricionistas que ganham até mais de R$ 5 mil depois de terem uma carreira estabelecida e reconhecida.

Um pouco além da média, alguns nutricionistas conseguem atingir outro patamar. Com o apoio da tecnologia, usando a internet e ferramentas de marketing, é possível conquistar um certo nível de fama e, com milhares de seguidores, alavancar seu nome e sua carreira, conquistando um sucesso que, apesar de difícil de conseguir, é extremamente recompensador. Esses nutricionistas famosos e renomados conseguem valores muito mais altos que a média da classe. Ou seja, é possível sonhar com ganhos em torno de 30 ou 50 mil reais.

A faculdade de Nutrição

É possível concluir a faculdade de Nutrição em oito semestres (quatro anos). O curso transforma os alunos em profissionais aptos a promover a saúde por meio da alimentação. Ao longo do curso vão adquirir conhecimentos para realizar consultas, diagnósticos e tratamentos nutricionais.

Sempre atualizada, a matriz curricular do curso traz conhecimentos análogos aos necessários no mercado de trabalho. A seguir, a lista das disciplinas do curso:

  • Atividades Complementares.
  • Bioestatística e Epidemiologia.
  • Bioquímica dos Alimentos.
  • Bromatologia e Tecnologia dos Alimentos.
  • Controle Higiênico e Sanitário dos Alimentos.
  • Desenvolvimento Humano e Social.
  • Educação e Comunicação em Saúde.
  • Estágio Supervisionado I.
  • Estágio Supervisionado II.
  • Estágio Supervisionado III.
  • Estilo de Vida, Saúde e Meio Ambiente.
  • Estrutura e Função Humana.
  • Ética e Profissionalismo: Nutrição.
  • Gestão de Clínicas e Consultórios.
  • Interação Droga Nutriente.
  • Mecanismos de Agressão e Defesa.
  • Metodologia Científica.
  • Nutrição Comunitária e Social.
  • Nutrição em Estética.
  • Nutrição Materna e Infantil.
  • Nutrição na Atividade Física.
  • Nutrição na Infância e na Adolescência.
  • Nutrição no Adulto e no Idoso.
  • Optativa I.
  • Optativa II.
  • Prática Dietética I.
  • Prática Dietética II.
  • Pratica Dietética III.
  • Práticas em Serviços de Alimentação e Nutrição.
  • Processos Biológicos.
  • Processos Nutricionais e Metabólicos.
  • Programa de Integração Saúde Comunidade.
  • Saúde Coletiva.
  • Sistemas Digestório e Endócrino.
  • Técnica Dietéticas e Gastronômicas.
  • Terapia Nutricional Enteral e Parenteral.
  • Trabalho de Conclusão de Curso.

Estágios

Sobre os estágios, é importante mencionar que os estudantes de Nutrição têm quatro áreas principais para atuar. Elas são: hospitalar, marketing, alimentação coletiva e saúde pública. Ao longo dos estágios e atuando em todas elas, os alunos têm mais condições de fazer as escolhas adequadas para confirmar sua área de atuação e definir os rumos da sua vida profissonal.

Entre os locais mais escolhidos para estagiar estão hospitais, escolas, clínicas e empresas com refeitórios para alimentação coletiva.

Depois de formado

Depois de formados, para poderem exercer a profissão os nutricionistas também precisam se registrar no Conselho Regional de Nutrição. Vale lembrar que é preciso ter o registro feito em cada estado em que vai atuar, ou seja, é possível que um nutricionista tenha registro em vários estados diferentes caso, por exemplo, seja responsável por uma rede de restaurantes.

Estrutura e equipe

Mestres e doutores formam a maioria do grupo de professores da faculdade de Nutrição da FMU. Eles têm experiência atuando no mercado da nutrição e também excelente vivência acadêmica.

O curso também conta com laboratórios modernos e bem equipados para atender ao inovador modelo acadêmico. Um centro de simulação complexo é exemplo disso, além do ambulatório de nutrição, que presta serviços para todas as faixas etárias da comunidade.

Nesse ambulatório, os professores orientam os alunos para que tenham uma vivência realista desde o começo do curso. Com orientação e cuidado, os alunos realizam atendimentos com pessoas reais e auxiliam as pessoas com diagnósticos e tratamentos. Ou seja, a prática da nutrição está presente desde o começo do curso!

E aí, gostou de conhecer a faculdade de Nutrição? Esperamos que sim! Caso você tenha se identificado, clique aqui para fazer sua matrícula e continuar na busca pelos seus sonhos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui