Você sabia que por exigência do Ministério da Educação (MEC), os estudantes universitários tem que fazer as chamadas horas complementares? É um requisito básico para que o aluno possa concluir sua graduação. Elas são as Atividades Complementares Curriculares (ACC) e devem ser cumpridas durante o curso de graduação, já que tem como objetivo aperfeiçoamento profissional e crescimento pessoal.

Em suma, para concluir um curso de graduação, não basta apenas cumprir as disciplinas. Além de fazer as provas, trabalhos individuais e em grupos, entre outras atividades. Assim como cada disciplina tem uma carga horária, há também uma quantidade de horas complementares necessárias para finalizar o curso de graduação.

Recebem essa classificação atividades como capacitações, participações em eventos, trabalhos voluntários, iniciação científica, entre outras, preferencialmente que tenham vinculação ao curso. Ou seja, são coisas completamente diferentes do Trabalho de Conclusão de Curso, que precisa estar dentro das normas ABNT, por exemplo.

Quer saber como conseguir as horas complementares necessárias para você terminar sua faculdade? A gente te conta agora.

NA FMU VOCÊ PODE OBTER BOLSA DE ATÉ 100% COM A NOTA DO ENEM

Leia também: Conheça o programa da Iniciação Cientifica da FMU

O que são horas complementares?

Como o próprio nome já diz, horas complementares são um complemento ao aprendizado do aluno de graduação. Servem para ampliar a visão e, portanto, a formação do estudante. Também promovem vivências fora do ambiente acadêmico, além de o enriquecimento do processo de aprendizagem, conhecendo sua área sob outros aspectos.

Além disso, o aluno tem a oportunidade de conhecer outros aspectos da sua futura profissão e adquirir conhecimentos que, muitas vezes, não são ensinados na sala de aula. Dessa maneira ele também fica a par de outras realidades que não a dele, faz networking ou se prepara para uma futura especialização.

Também desenvolve a sua autonomia, trazendo independência intelectual, proatividade, curiosidade e inovação. Por conta disso, é ideal que o estudante não encare essas horas complementares como uma obrigação e sim, uma oportunidade de crescimento que trará reflexos positivos.

Há previsão por lei

Segundo a Resolução nº 2/2007, do Ministério da Educação, as horas complementares dos cursos de graduação, bacharelados, na modalidade presencial, não deverão exceder a 20% da carga horária total do curso, salvo casos de determinações legais em contrário.

Essas horas dedicadas à essas atividades são administradas pelo próprio aluno, onde ele decidirá quando, onde e de que maneira elas serão cumpridas. Dessa maneira, ele pode cumprir até durante o período de férias, se for sua vontade.

As instituições de educação superior deverão fixar os tempos mínimos e máximos de horas complementares por curso, bem como sua duração. Essa duração depende da carga total do curso; se é por regime de crédito, módulos ou seriado e deverá ter duração de no mínimo, 200 dias de trabalho acadêmico efetivo.

Categorias das horas complementares

Existem mais de 40 tipos de horas complementares. Elas podem ser divididas em duas categorias:

  • Horas Complementares Internas: são as horas complementares que são cumpridas dentro da faculdade Como exemplo, as monitorias, o programa de iniciação científica, participação nas semanas acadêmicas, trabalhos de pesquisa e extensão;
  • Horas Complementares Externas: são as horas cumpridas fora da instituição de ensino. Como exemplo, os workshops, os congressos, as conferências, os cursos livres online, os intercâmbios e bem como os estágios não obrigatórios.

Antes de decidir qual atividade o estudante deseja fazer, é necessário fazer um requerimento para a Coordenação de Atividades Complementares.

Uma dica importante para os estudantes é não deixar essas horas complementares para a última hora pois podem atrasar a formatura.

NA FMU VOCÊ PODE OBTER BOLSA DE ATÉ 100% COM A NOTA DO ENEM

Formas de conseguir horas complementares

Conheça algumas opções de horas complementares:

Cursos online grátis

Para os cursos online grátis serem considerados horas complementares, é necessário que o tema do curso tenha ligação com a graduação que o estudante está fazendo. Assim como, deve ter um certificado constando as horas estudadas.

É considerada uma boa opção pois, além de o estudante não ter que sair de casa para realizar, não tem custo nenhum, ou, no caso de serem cursos pagos, tem valor reduzido. Para saber se o curso que você quer fazer é válido na sua faculdade, vá até o colegiado para tirar essa dúvida.

Eventos da universidade

Todas as universidades tem, em algum momento do ano letivo, uma atividade extra. Seja uma semana acadêmica, um ciclo de palestras, um encontro de estudantes, entre outros. Além disso, ainda promove palestras e participação de exercícios em aula.

Palestras

Existem palestras online tanto gratuitas quanto pagas. É necessário que essas palestras, assim como nos cursos online, emitam um certificado de participação. As palestras que são oferecidas na faculdade também podem contar como horas, aproveite.

Monitoria

Se você fez alguma disciplina e se saiu muito bem nela, você pode ajudar outros estudantes a tirarem boas notas também. Para isso, você pode se inscrever como monitor daquela matéria.

Dessa maneira, o estudante acaba se engajando no universo acadêmico, valida suas horas complementares, reforça seus conhecimentos e, de quebra, ajuda outras pessoas. É um pacote completo!

Projetos de iniciação científica

Uma boa experiência de atividade extra que vale como horas complementares são os projetos de iniciação científica. Não só para isso, mas também para o futuro do estudante, como a busca por uma especialização ou estágio, por exemplo.

Já falamos sobre iniciação científica aqui no blog. Clique aqui para saber mais.

Audiências online

Essa é valida para os estudantes de direito. Esses alunos podem assistir audiências online como horas complementares. Existe um projeto chamado Audiências Online que emitem também um certificado de comprovação gratuitamente e válidos para todas as Universidades do país, basta se inscrever.

Estágios não obrigatórios

Durante a faculdade você pode fazer estágios em empresas que podem contar como horas complementares. Fazer estágios durante a faculdade é a melhor maneira de aplicar seus conhecimentos e se preparar para o mercado de trabalho, além de adquirir maturidade e desenvolvimento interpessoal.

Ao mesmo tempo que enriquece seu currículo, facilitando a busca por emprego no futuro e, quem sabe, podendo até ser efetivado no mesmo local do estágio.

Uma outra opção também é fazer essas horas durante o próprio estágio obrigatório, passando a contar as horas depois de finalizadas as necessárias para cumprir com o currículo da universidade.

Atividades de lazer

Muitas vezes os estudantes podem aproveitar suas folgas e momentos de lazer para fazer valer suas horas complementares. Atividades como: cinema, teatro e exposições, se tiverem relação com o curso de graduação que o aluno está fazendo, podem contar como horas complementares. Principalmente em cursos como design, arquitetura ou comunicação social, por exemplo.

Atividades físicas

Muitas práticas desportivas podem colaborar com a sua complementação de horas. Pode ser a prática de um esporte ou até sua aula de ginástica. Basta conferir com a instituição que você estuda se ela aceita esse tipo de atividade e pedir uma comprovação para o local onde você faz a prática.

Intercâmbio

Para quem consegue fazer um investimento maior, o intercâmbio é sempre uma boa opção. O estudante pode, além de aprender um novo idioma e conhecer novas culturas, buscar aprendizados que condizem com o seu objetivo de estudo.

Caso consiga, é interessante que esse intercâmbio seja feito entre universidades, assim, quem sabe você já consegue validar no seu curso as matérias feita no exterior. Também existem intercâmbios que combinam estudo e trabalho, nesses você pode aumentar sua experiência interpessoal.

Leituras

Pode ser que a sua instituição aceite esse tipo de atividade complementar, então aproveite para, além de validar suas horas, aumentar seu conhecimento. Provavelmente você terá que fazer um relatório sobre o livro lido.

Bancas de TCC

Você pode assistir aos seus colegas de curso e de outros a apresentação dos seus Trabalhos de Conclusão de Curso. Além de poder contar como horas, você ainda consegue ter uma ideia de como são as apresentações e já fica preparado para quando chegar a sua vez.

Voluntariado

Além de ser algo positivo para o currículo, fazer um trabalho voluntário pode trazer muitas experiências positivas para quem participa. Além de fazer diferença na sociedade, faz o bem para os outros e também a si mesmo.

Existem muitas Organizações Não Governamentais (ONGs) que recrutam voluntários para diversos tipos de trabalho. Você pode trabalhar com idosos, crianças, pessoas com deficiência, moradores de rua, entre outros.

A vantagem desse tipo de hora complementar é que ela não precisa ter relação com seu curso, já que trabalhos voluntários são feitos pensando em quem recebe e não em quem faz.

Existem outras inúmeras opções de horas complementares para você escolher e acrescentar no seu currículo da graduação. Ou escolha uma das que nós oferecemos acima. O importante é aproveitar essas horas para fazer algo que seja enriquecedor não só para seu curso, mas também para você.

E continue acompanhando o nosso blog para mais dicas como essa!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui