Com o aumento constante dos cursos de graduação, tando presencialmente como a distância, ficou cada vez mais acessível às pessoas obterem seus diplomas. Por conta disso, o profissional especialista passou a ser mais valorizado, já que tem um conhecimento mais específico. Mas, ainda sim, esse profissional tem que ter conhecimento a respeito de todos os departamentos. Ou seja, ter um pouco também de generalista. Vamos mostrar nesse post como conciliar essas duas necessidades.

Em resumo, um profissional especialista é aquele que tem o domínio pleno de um conjunto de atividades em uma área. Como por exemplo, um engenheiro que domina a elaboração de projetos estruturais de edifícios. Ou ainda, a nutricionista que entende muito de dietas específicas para intolerantes a lactose.

No entanto, em ambos os casos, é preciso também conhecer o todo. Além disso: quanto a mais vale um profissional especialista no mercado de trabalho? Nesse sentido, vamos detalhar por aqui a importância de ser um profissional especialista e como se destacar na sua carreira.

Confira!

NA FMU VOCÊ PODE OBTER BOLSA DE ATÉ 100% COM A NOTA DO ENEM

O que é o profissional especialista?

Um profissional especialista é quele que se ocupa exclusivamente de um ramo particular de um trabalho. O título é dado a profissionais que concluem curso de pós-graduação Lato Sensu, seja especialização ou MBA, nas referidas áreas.

Há alguns anos atrás, o profissional especialista era extremamente necessário. As pessoas perduravam por anos nas mesmas funções dentro das mesmas empresas. Esse era o senso comum: ser especialista e se aposentar no mesmo lugar.

O tempo passou e a generalização começou a ser valorizada. Saber um pouco de cada área era mais importante do que muito sobre uma área só e assim, o profissional especialista foi ficando cada vez mais raro.

Isso acabou gerando uma escassez do profissional especialista, o que acabou aumentando sua empregabilidade e, também, sua remuneração no mercado. Então, o que vale mais a pena? Ser um profissional especialista ou generalista? A resposta certa é: os dois.

Leia também: Profissões do futuro: conheça 10 áreas que estão em alta no mercado

Profissional especialista e generalista

Ainda é necessária essa noção ampliada sobre as diversas áreas. Por conta disso, o profissional especialista acaba tendo que se dedicar um pouco a mais. Hoje as empresas buscam o especialista-generalista, que nada mais é que um profissional flexível que esteja disposto a evoluir e se modificar conforme as necessidades da empresa.

Para isso, existem a disposição dos profissionais uma série de cursos de especialização. Todos eles pensando no aprimoramento dos conhecimentos e da formação desses especialistas.

Quanto à parte generalista, é algo que depende um pouco mais do próprio profissional especialista, pois ele terá que se dedicar além da sua função. Para isso, workshops, cursos de extensão, eventos, livros e vídeos são recursos necessários para esse profissional que quer dar um upgrade na sua carreira.

Para começar, para ser um profissional especialista, é necessária então a especialização. A FMU tem uma série de cursos de para você. São cursos presenciais, semipresenciais e à distância. Tem curso de 12, 15 e 18 meses. Também tem uma variedade enorme de MBAs.

CLIQUE AQUI E SAIBA COMO OBTER UMA BOLSA ESTUDOS NA FMU

Alguns cursos de especialização que a FMU oferece

  • Na área de Arte, Design e Moda: Especialização em Comunicação e Produção de Moda; Especialização em Gestão Estratégica do Design e MBA em Negócios de Moda;
  • Cursos na área de Ciências da Saúde: Especialização em Arteterapia Analítica; Auditoria em Serviços de Enfermagem, Especialização em Diagnóstico por Imagem – Imagenologia; Prescrição de Fitoterápicos e Suplementação Nutricional Clínica Esportiva; Especialização em Educação Física; Especialização em Educação Permanente e Docência e Enfermagem e Especialização em Enfermagem Cardiológica;
  • Na área de Comunicação: Especialização em Assessoria e Gestão da Comunicação; Especialização em Big Data e Comunicação; Especialização em Big Data e Marketing; Comunicação e Marketing e Especialização em Gestão da Comunicação Digital e Mídias Sociais;
  • Cursos na área de Direito e Relações Internacionais: Especialização em Direito Administrativo e Direito Tributário; em Direito Administrativo; Especialização em Direito Ambiental; Especialização em Direito Civil; Direito Civil e Direito do Consumidor e Especialização em Direito Civil e Direito do Trabalho;
  • Na área da Educação: Especialização em Alfabetização e Letramento; Especialização em Aprendizagem e Inovação; Coordenação Pedagógica; Especialização em Docência da Língua Inglesa e Especialização em Docência do Ensino Superior;
  • Cursos na área de Engenharia, Arquitetura e Tecnologia da Informação: Especialização em Arquitetura Comercial e Visual Merchandising; Business Inteligence e Analytics; Data Science; Especialização em Desenvolvimento de Software com Metodologias Ágeis; Especialização em Engenharia de Avaliações e Perícias e Especialização em Estatística Aplicada;
  • Na área de Hospitalidade e Gastronomia: Especialização em Aperfeiçoamento em Confeitaria; Especialização em Cozinha Brasileira; MBA em Gastronomia e Gestão de Alimentos e Bebidas e Especialização em Segurança Alimentar;
  • Cursos na Área de Negócios: MBA em Comércio Exterior; Especialização em Coolhunting – Pesquisa de Tendências e Inovações; Especialização em Empreendedorismo e Desenvolvimento de Novos Negócios; Finanças Corporativas; Gestão de Projetos; MBA em Logística Empresarial; MBA em Marketing Digital; Especialização em Relações Internacionais.

Quais as vantagens do profissional especialista?

O profissional especialista normalmente tem mais conhecimento intelectual e experiência prática, porém, isso tudo voltado para um assunto específico. Mas, como existem muitas empresas que necessitam desse tipo de profissional e ele é pouco encontrado, acaba sendo muito valorizado.

Um profissional especialista pode dar uma vantagem competitiva à empresa em relação a um serviço específico e que poucos tem capacidade para resolver. Por conta desse diferencial, ele pode também solicitar uma remuneração maior que a dos generalistas.

O profissional especialista também pode ser considerado referência na sua área, oferecendo diagnósticos mais precisos e soluções práticas para problemas que podem surgir na empresa. Fora a confiança que os demais funcionários e colaboradores tem nesse profissional. Isso faz com que o profissional especialista se mantenha destacado.

Por conta de sua experiência, normalmente o profissional especialista é cotado para auxiliar em áreas onde o trabalho não está fluindo como deveria. Ou também na atuação em questões que podem ser aperfeiçoadas. Ou seja, é um profissional confiável e solicitado quando existem problemas.

O profissional especialista também recebe as melhores propostas. Segundo o site Vagas, mais de 70% das oportunidades de emprego oferecidas a profissionais que tem especialização são para os mais altos cargos, como de gestão ou supervisão. Isso faz com que esse profissional já entre na empresa nas posições mais cobiçadas.

Leia também: Centro Universitário FMU: 4 motivos para estudar na instituição

Como um profissional especialista pode crescer na carreira?

Considerando que a tendência do profissional especialista é se manter sempre na mesma posição sem se aprofundar muito nas outras áreas, ele também pode se manter no seu cargo, oferecendo soluções mais qualificadas. Dessa maneira, ele pode crescer considerando das seguintes maneiras:

  • O profissional especialista pode trabalhar como consultor em grandes projetos devido ao seu conhecimento;
  • Se diferencia dos outros profissionais por conta da especialização, ampliando suas chances de mercado;
  • Quando estuda novas maneiras de se executar certas atividades, consegue se destacar e assim, conseguir posições e salários mais altos.

E quanto esse profissional pode valer a mais?

Segundo pesquisa da Catho Educação, um profissional especialista em um cargo como coordenador ou supervisor pode ganhar um salário 53,7% maior do que quem não tem nenhuma especialização.

A pesquisa, que foi realizada em janeiro de 2018, compara cargos como os de diretoria. Entre executivos, a diferença do valor do salário dos que possuem pós-graduação ou MBA comparados aos que não possuem essa formação é de 47,2%.

Já outras profissões, como engenheiros ou médicos, a diferença de salários pode chegar a 47,5%.

NA FMU VOCÊ PODE OBTER BOLSA DE ATÉ 100% COM A NOTA DO ENEM

Em quanto aumenta o salário do profissional especialista?

Um profissional especialista no cargo de diretor pode ganhar R$ 11.826,77 e, somente com ensino superior, o salário seria de R$ 8.034,47. Já no cargo de coordenador ou supervisor, o salário do profissional especialista pode chegar a R$ 6.949,17, enquanto que o salário do profissional sem especialização, seria de R$ 4.521,74.

Quando o profissional especialista é mais bem qualificado, ele sempre pode aprimorar suas chances de ter maiores salários. Por esse motivo, além da especialização, é fundamental que os profissionais estejam sempre querendo evoluir e se aprimorar para que, também possam aumentar sua remuneração.

Com a quantidade de instituições disponíveis e as sua oportunidades de bolsas de estudo, só aumentam as oportunidades dos profissionais em se qualificarem e se tornarem especialistas.

E você, já providenciou sua especialização para poder se tornar um profissional especialista e tomar conta do mercado?

Se quiser mais dicas como essa, continue acompanhando o nosso blog.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui