Se você está pensando em fazer o curso de Secretariado Executivo FMU, vamos ajudá-lo neste post com todas as informações sobre essa graduação. Além disso, você encontrará dicas sobre a carreira do secretário executivo e o mercado de trabalho. Saiba que profissionais formados nessa área são verdadeiros coringas dentro de empresas, instituições públicas ou privadas.

Caso você goste de planejar, organizar, estruturar a rotina de trabalho, redigir documentos, o Secretariado Executivo FMU pode ser uma ótima oportunidade de profissionalização. O seu principal papel como secretário executivo será auxiliar presidentes, diretores e gerentes em suas funções, inclusive nas tomadas de decisão.

Isso porque também será sua função coletar dados e informações, bem como ser o contato com as demais áreas da empresa. No Secretariado Executivo da FMU você aprenderá tudo sobre a profissão. Acompanhe abaixo mais detalhes sobre essa graduação de nível superior, com duração média de três anos (seis semestres).

SAIBA AQUI COMO OBTER UMA BOLSA DE ESTUDOS NA FMU

Como é o curso de Secretariado Executivo da FMU?

O curso superior de Bacharelado em Secretariado Executivo FMU tem titulação tecnológica e conta com 33 disciplinas (2530 horas totais), oferecidas na modalidade a distância. A graduação da FMU é reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC).

O Secretariado Executivo é um curso bastante abrangente e com grade curricular ampla. Durante a graduação, você aprenderá sobre comunicação, gestão secretarial, legislação aplicada, noções contábeis, estatística, consultoria mercadológica, automação de escritórios, métodos de pesquisa.

Ao concluir o curso de Secretariado Executivo FMU você terá as habilidades necessárias para assessorar executivos do mundo empresarial e dos negócios. Você terá o domínio de competências técnicas, intelectuais, sociais e de tecnologia da informação.

Para que você conheça ainda mais sobre o curso, vamos listar abaixo as matérias ministradas. Veja se você se identifica estudando sobre esses assuntos!

Leia também: Dica: 6 cursos para quem gosta de ler

O que se estuda no curso de Secretariado Executivo da FMU?

  • Direito Aplicado a Negócios
  • Fundamentos da Administração, Economia, Secretariado
  • Liderança, Cultura e Comportamento Organizacional
  • Comunicação
  • Língua Espanhola e Inglesa
  • Empreendedorismo
  • Desafios Contemporâneos
  • Gestão Secretarial
  • Português Instrumental
  • Redação Empresarial
  • Desenvolvimento Humano e Social
  • Gestão Profissional
  • Práticas em Secretariado
  • Cerimonial, Protocolo e Etiqueta
  • Ética e Legislação Profissional em Secretariado Executivo
  • Planejamento e Gestão Estratégica
  • Sistemas de Informações Gerenciais
  • Antropologia e Cultura Brasileira
  • Estágio Supervisionado
  • Economia Monetária e Financeira
  • Laboratório de Gestão: Pesquisa em Economia
  • Prática de Pesquisa em Economia
  • Desenvolvimento Socioeconômico
  • Economia Política
  • Mercados Financeiro e de Capitais
  • Trabalho de Conclusão de Curso

Viu como são contempladas várias disciplinas dentro do curso, incluindo outros idiomas além do português? Ao cursar Secretariado Executivo na FMU é importante que você goste de falar outras línguas. Afinal, trabalhar como braço direito de executivos lhe exigirá conhecimento em inglês e espanhol.

O mercado é cada vez mais global e nessa profissão é preciso ir além do português. Saiba que é comum ter de traduzir documentos e estar em contato com clientes e fornecedores estrangeiros. Os idiomas acabam tendo um grande peso nessa carreira.

Por isso mesmo, o Secretariado Executivo da FMU inclui vários níveis de inglês e espanhol na sua grade curricular. É importante, claro, não deixar de lado o português. Falar e escrever bem é fundamental para o secretário executivo.

Leia também: Ciências Contábeis na FMU: saiba como é o curso

Mas o que faz um secretário executivo?

Como você pode observar, o curso superior de Secretariado Executivo da FMU incentiva habilidades como liderança, iniciativa, criatividade, autonomia, senso ético e compreensão do meio social, político, econômico e cultural. Agora vamos falar um pouco mais do que faz o secretário executivo.

Como você vai colocar em prática todo o conhecimento aprendido na faculdade? Conforme já destacamos, algumas funções-chave fazem parte da rotina de um secretário executivo. São elas:

  • Organizar agendas, eventos e reuniões.
  • Arquivamento de documentos e dados.
  • Atendimento pessoal, telefônico e online.
  • Contato com clientes e fornecedores.
  • Redação e tradução de documentos.
  • Gerenciamento de processos administrativos.
  • Elaboração de planilhas diversas.
  • Atividades contábeis.
  • Coleta de dados e informações.
  • Participação de decisões de rotina da empresa.
  • Assessorar a integração e organização da rotina nos setores da empresa.

Dinamismo, agilidade e boa comunicação são algumas das características do perfil desse profissional, que vai planejar todas as atividades de trabalhos dos executivos das empresas. É um trabalho que vai muito além de cuidar da agenda do chefe. O secretário executivo precisa ainda dominar softwares específicos de planejamento de operações, edição de textos e planilhas de contabilidade.

Ao se formar em Secretariado Executivo essas serão algumas das atribuições que você vai desenvolver dentro de uma organização, geralmente de médio e grande porte, seja ela privada ou pública.

O mercado de trabalho em Secretariado Executivo está aquecido?

Essa é uma pergunta que você deve estar se fazendo. E o mercado de trabalho do segmento de secretariado executivo, vale a pena? Afinal, além de gostar de uma profissão é importante saber se ela é viável financeiramente para o que você anseia como projeto de vida.

Ao formarem-se na faculdade, todos querem começar a trabalhar logo e ganhar o seu dinheiro, concorda? Pois bem, temos uma ótima notícia. Segundo a Organização das Nações Unidas, o curso de Secretariado Executivo é a terceira profissão que mais cresce no mundo.

No Brasil, a demanda por esses profissionais também é considerada satisfatória. Contudo, é necessário, como já falamos anteriormente, conhecimento avançado em informática e domínio de línguas estrangeiras, como inglês e espanhol. Conhecimento no ramo de atuação da empresa também é um diferencial de qualificação.

Há demanda em todo o país por secretários executivos, especialmente em centros com concentração de indústrias e grandes empresas, como as regiões metropolitanas de São Paulo, Brasília, Rio de Janeiro, Santa Catarina, Paraná.

Há vagas de emprego em empresas de médio e grande porte (algumas pequenas também contratam), indústrias e multinacionais de diversos setores, empresas de comércio exterior ou ainda no setor público, em órgãos governamentais.

Quanto ganha um secretário executivo?

Agora vamos falar sobre o salário, que pode variar bastante conforme a região do Brasil e o porte da empresa contratante. Por isso, vamos tratar de médias salariais para pelo menos você ter uma base de quanto ganha um secretário executivo.

De acordo com dados do CAGED (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), um secretário executivo júnior ganha em média R$ 2.260,92, o nível pleno recebe cerca de R$2.762,44, já o sênior tem uma média salarial de R$ 4.240,68 mensais, podendo ultrapassar R$ 8.000.

Essas variações, considerando 43 horas semanais, também vão depender da sua capacitação profissional. Portanto, além de fazer uma faculdade, como o curso de Secretariado Executivo FMU, é fundamental continuar estudando e buscando outras especializações na área. O salário de um secretário executivo concursado, por exemplo, é de R$ 5.858,94 para uma jornada de 40 horas semanais.

Confira as médias salariais

Abaixo listamos mais algumas médias salariais, com base no nível profissional (nível I, II e III) e no porte da empresa (MEI, pequena, média e grande). Lembramos que pode haver variações salariais para menos e para mais. Porém, a partir daqui você consegue ter uma boa visão se essa profissão se encaixa também nos seus anseios financeiros.

  • MEI e Microempresa – R$ 1.483,64 (nível I), R$ 1.687,28 (nível II), R$ 2.456,08 (nível III).
  • Pequena empresa – R$ 2.728,36 (nível I), R$ 3.143,95 (nível II), R$ 4.870,97 (nível III)    
  • Média empresa – R$ 5.054,88 (nível I), R$ 4.638,40 (nível II), 7.110,82 (nível III)  
  • Grande empresa – R$ 5.696,37 (nível I), 5.978,73 (nível II), 7.918,76 (nível III)            

Gostou de saber mais sobre o curso superior de Secretariado Executivo FMU, além de todo universo que pode envolver uma carreira na área?

Fique com a gente e acompanhe outros conteúdos do blog da FMU.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui